Aperto de mão final entre Trump e Macron durou 25 segundos

Foi notícia, há umas semanas, por ocasião do encontro da ONU, a maneira como Emmanuel Macron conseguiu “escapar” ao famoso aperto de mão de Donald Trump. “Não foi inocente“, comentou o presidente da República francês, na altura.

Donald Trump regressou à Europa, desta vez para participar nos festejos da Tomada da Bastilha, feriado nacional francês. Depois de um comentário menos apropriado em relação à forma física de Brigitte Macron, no dia anterior, o presidente norte-americano despediu-se do congénere gaulês com um aperto de mão de 25 segundos. O cumprimento entre os dois líderes contou com várias fases, incluindo palmadinhas nas costas e outros gestos mais ou menos agressivos.

Sim, é ridículo que tenhamos chegado ao ponto de estarmos a contar a duração dos cumprimentos do presidente norte-americano, mas é assim o mundo sob a liderança de Donald Trump.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *