As escaramuças do novo diretor de comunicação de Trump duraram apenas 10 dias

Anthony Scaramucci foi despedido do cargo de diretor de comunicação da Casa Branca… ao fim de apenas 10 dias.

A informação foi primeiro avançada pelo “The New York Times” e mais tarde confirmada pela Casa Branca. O jornal norte-americano avança que o afastamento de Scaramucci foi pedido pelo novo chefe de gabinete, John Kelly, embora a administração de Trump diga que a iniciativa partiu do próprio Scaramucci.

Anthony Scaramucci deu nas vistas pela linguagem obscena utilizada para criticar o responsável pela estratégia da Casa Braca, Steve Bannon. O agora ex-diretor de comunicação de Trump referiu-se desta maneira a Bannon: “Eu não sou o Steve Bannon, não estou a tentar chupar a minha própria p***“.

Além disso, Scaramucci entrou também em confronto com Reince Priebus, chefe de gabinete de Donald Trump que viria a ser substituído por John Kelly. Segundo Scaramucci, Priebus seria um “esquizofrénico paranóico do c******, um paranóico” e que não ficaria muito mais tempo na Casa Branca, o que veio a confirmar-se.

No entanto, o único confronto que não terá conseguido ganhar foi com o novo cehfe de gabinete de Donald Trump, John Kelly. De acordo com a informação avançada nos Estados Unidos, Scaramucci ter-lhe-á dito que reportava diretamente ao presidente norte-americano, ao que o general lhe terá respondido que estava despedido, uma vez que John Kelly já tinha afirmado, em reunião de staff, que seria ele a assumir o comando.

Em comunicado, a Casa Branca diz que Scaramucci “achou que era melhor dar espaço ao novo chefe de gabinete para recomeçar do zero e escolher a própria equipa“. Esta é a 16.ª baixa na administração de Donald Trump desde que tomou posse há cerca de seis meses.

Recorde-se que Anthony Scaramucci foi um dos conselheiros de Donald Trump durante a campanha presidencial e há muito que esperava por um cargo na administração.

Antes de assumir o cargo de diretor de comunicação da Casa Branca, Scaramucci vendeu a participação de 45% que detinha num dos maiores fundos norte-americanos – que vale mais de 12 mil milhões de euros – por mais de 150 milhões a uma empresa chinesa.

Além disso, a mulher de Scaramucci decidiu avançar para o divórcio quando o ex-diretor de comunicação de Trump decidiu aceitar o cargo. Os dois estão casados há três anos, depois de terem começado a namorar em 2011. Deirdre Ball está grávida de nove meses de Scaramucci.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *