Fábio Coentrão acusado de fraude fiscal em Espanha

Jogador do Real Madrid foi formalmente acusado pelas finanças espanholas de não ter declarado 1,3 milhões de euros em rendimentos entre 2012 e 2014. Para tal, usou empresas sediadas no Panamá e Irlanda.

A informação é avançada esta terça-feira pelo El Mundo, com base nas informação do Football Leaks. De acordo com estes dados, o lateral não terá entregado qualquer declaração de rendimentos desde que chegou ao Real Madrid, em 2011.

Segundo a informação publicada pelo jornal espanhol, Fábio Coentrão não declarou 352.620,34 euros relativos a 2012, 428.757 euros em 2013 e 510.021 euros em 2014.

Também Radamel Falcao foi acusado pelo mesmo crime, mas os valores em causa são diferentes. O avançado que alinha no Mónaco, depois de ter representado o At. Madrid, é acusado de defraudar o fisco espanhol em cerca de 6 milhões de euros entre 2012 e 2013. O colombiano terá recorrido a sociedade nas Ilhas Virgens Britânicas, Panamá e Irlanda. Neste país, a empresa utilizada será a mesma de Fábio Coentrão.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *