Mais três nomes confirmados no Vodafone Mexefest

IAMDDB, Liars e Liniker e os Caramelows são as mais recentes confirmações do festival que coloca a capital a mexer no eixo Marquês de Pombal-Avenida da Liberdade-Restauradores, marcado para 24 e 25 de novembro.

Depois do anúncio de que Allen Halloween, Karlon e Statik Selektah iam reforçar a aposta no hip-hop neste Mexefest, são conhecidos mais três nomes que compõem o cartaz do festival.

Oriunda de Manchester, IAMDDB conjuga da melhor maneira as batidas trap e hip-hop com as harmonias do jazz, sem esquecer as influências africanas. A influência jazz vem do pai, Manuel de Brito, saxofonista angolano que a levou a conhecer o seu país e a incorporar as raízes angolanas na música que faz. Outras fontes de inspiração são Jimmy Dulu, também do jazz africano, ou a artista londrina Lianne La Havas.

Depois de “Waeveybby, Volume 1” e “Vibe, Volume 2”, IAMDDB apresenta-nos o EP “Hood Rich, Volume 3”, de que “Shade” é o primeiro single.

Liars apresentam um pós-punk com laivos de electrónica, com um percurso com influências de Delta 5 ou Gang of Four, mas sempre à procura de uma identidade própria. Depois do sucesso do primeiro álbum, “They Trew Us All in a Trench”, Liars deram-nos ainda “Drum’s Not Dead” e “Sisterworld”, antes do último “TFCF”, editado este ano.

Já Liniker e os Caramelows trazem ao Mexefest a não só a música popular brasileira, mas também muito soul e várias baladas latinas, com referências como Tima Maia ou Ney Matogrosso. Depois da digressão por Terras de Vera Cruz, chegam finalmente à Europa para mostrar o talento de Liniker Barros, cantora e compositora, que se faz acompanhar por Renata Éssis (backing vocals), Marja Lenski (percussão), Rafael Barone (baixo), William Zaharanszki (guitarra), Péricles Zuanon (bateria), Fernando TRZ (teclados), Graziella Pizani (trompete) e Eder Araújo (saxofone).

Os bilhetes já estão à venda na Blueticket. O passe geral custa 45 euros até ao início do festival; nos dias do espectáculo o preço sobe para 50 euros. Os clientes Vodafone conseguem comprar o bilhete mais barato através da aplicação oficial do festival.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *