Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image

Caminhos Dedicados | January 22, 2017

Scroll to top

Top

No Comments

Para lá do futebol

Para lá do futebol

| On 27, Jun 2013

A Taça das Confederações prossegue e é sem surpresas que Brasil e Itália lideram o Grupo A com os mesmos pontos, enquanto Nigéria e Espanha (com um jogo a menos) dividem o comando do Grupo B.

Publicado na Geração de 20, do jornal Record, de 20 de Junho de 2013 [link premium]

Mas o Brasil parece passar ao lado da competição, com o país a atravessar uma onda de protestos que termina invariavelmente em confrontos entre a polícia e os manifestantes. O que começou por ser uma manifestação por causa do aumento do preço dos transportes rapidamente se transformou numa revolta contra aquilo que os manifestantes consideram um desperdício de dinheiro dos contribuintes no Mundial’2014 e nos Jogos Olímpicos de 2016.

Os manifestantes vêem aqui uma forma de luta por causas mais nobres e mais altas, como a melhoria dos serviços de transporte, saúde e educação. O Brasil regista neste momento um autêntico colapso das suas infraestruturas mais básicas. Não sendo um país pobre, os brasileiros não vêem qualquer razão para os serviços essenciais serem tão rudimentares, isto porque as maiores fortunas do Brasil são altamente taxadas.

Apesar disso, os protestos não têm passado ao lado do mundo do futebol. Ronaldo, o Fenómeno, abordou o assunto, afirmando que são precisos estádios, não hospitais, para fazer um Mundial. De forma algo infeliz, ajudou a aumentar a indignação entre os manifestantes.

Para além destes problemas de infraestruturas, vários escândalos de corrupção que por alguma razão não chegam aos tribunais têm abalado o país. O Mensalão – o maior processo na história do Brasil – acabou de ser julgado, com a condenação dos réus.

No entanto, o governo de Dilma Rousseff tem tentado inverter o resultado do julgamento através de emendas à Constituição. A mais recente alteração – chamada PEC 37 – retira os poderes de investigação aos procuradores do Ministério Público, delegando essa responsabilidade na Polícia Federal. Acrescente-se a este PEC 37 a intenção de submeter as decisões do Supremo Tribunal do Brasil à aprovação do Congresso brasileiro… uma autêntica violação da separação dos três poderes.

No jogo de ontem à noite, quando o Brasil entrava em campo para defrontar o México, os protestantes viraram-se e cantaram o hino de costas voltadas para o relvado. Não num sinal de protesto contra as exibições da equipa, mas sim contra toda a situação no país.

Estes protestos não são meros actos isolados que atravessam o país, nem uma espécie de revolta adolescente. São antes a sublevação da juventude da classe média e informada que acordou, insatisfeita com o esquecimento político a que tem sido votada, e que quer colocar um ponto final nestas questões de fundo do Brasil.

Submit a Comment