BlackBerry rejeitou ofertas parciais de Apple e Microsoft

A Reuters avança que a BlackBerry rejeitou ofertas da Apple e Microsoft por partes da empresa, para não desmantelar o negócio da empresa canadiana. Ainda segundo a Reuters, a BlackBerry terá mantido conversas com a Cisco, Google e Lenovo.

A administração da BlackBerry não acredita que a dissolução da empresa não serve os seus melhores interesses, apesar de a Apple, Microsoft e Lenovo terem expressado o seu interesse em comprar partes da fabricante de smartphones, afirmam fontes próximas do processo.

De acordo com as mesmas fontes — que não quiseram ser identificadas —, a administração rejeitou essas mesmas propostas por não terem em conta os melhores interesses dos accionistas da BlackBerry, para além de funcionário, utilizadores e até fabricantes de peças.

A BlackBerry foi obrigada a despedir milhares de funcionários este ano. A empresa recebeu ainda uma oferta de compra de 3,5 mil milhões de euros do fundo de investimento canadiano FairFax Financial, em Setembro deste ano.

No entanto, ambas as partes chegaram a acordo para não avançar com a compra, optando por um investimento de cerca de 740 mil milhões de euros do fundo e outros investidores. Para além disso, o presidente executivo Thorsten Heins abandonou o cargo.

A BlackBerry detém um portfolio de patentes com um valor entre 740 mil milhões e os 2,22 mil milhões de euros, que aumentou em 966 patentes durante o ano de 2012, e que tornou a empresa canadiana tão atraente para outros gigantes da tecnologia como a Apple ou a Google. As patentes são relativamente recentes, o que aumenta o seu valor a longo prazo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *