Várias empresas e bancos alvo de ataque informático internacional

Ataque informático afectou várias empresas na Península Ibérica e também o Serviço Nacional de Saúde britânico foi atacado pelos hackers.

Os trabalhadores da PT receberam ordem para desligar todas as máquinas no seguimento de um ataque informático que a empresa sofreu, revelou fonte da empresa ao HASHTAG. A ordem foi inicialmente dada, presencialmente, através das hierarquias da empresa. Mais tarde a mesma ordem foi enviada através de SMS corporativo.

O sistema informático da PT está em baixo e foi dito aos trabalhadores para aguardar. Todos os sistemas de apoio ao cliente estão fora de serviço.

Outra fonte confirmou ao hashtag o ataque informático, adiantando ainda que também o BPI, Caixa Geral de Depósitos e CTT foram alvos deste ataque. O Observador adianta que a EDP e a NOS também estão entre os alvos. O INEM também terá sido vítima, mas ainda não foi possível confirmar esta informação.

O ataque informático à PT foi feito através do vírus WannaDecryptor e a Telefónica já terá recebido informação de resgate dos dados. Trata-se de um ransomware em que os hackers bloqueiam o acesso aos dados e pedem um resgate para fornecer a chave de desencriptação.

O ataque à Telefónica aconteceu durante a manhã e não atingiu os serviços de internet, telefone fixo ou telemóveis, garante fonte oficial da empresa. A Telefónica tem 15 milhões de clientes em Espanha.

NHS atacado também no Reino Unido

O Telegraph avança, na sua edição online, que o NHS também foi alvo de um ataque informático. Este ataque é do mesmo género, mas o vírus utilizado é outro: WannaCry 2.0.

Os hospitais não estão a conseguir utilizar as linhas telefónicas e computadores, alguns estão mesmo a desviar pacientes urgentes para outras unidades hospitalares. O ataque está a afectar igualmente clínicas e centro cirúrgicos, mas ainda é cedo para perceber a real dimensão do problema.

De acordo com a BBC, as principais áreas afectadas são Londres, Nottingham, Cumbria e Hertfordshire. A informação dos pacientes não foi comprometida, garante fonte do NHS.

EM ACTUALIZAÇÃO



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *